Tudo o que você precisa saber sobre as Cataratas do Niágara

Nem preciso dizer que a grande atração aqui são as impressionantes quedas d’água, certo?! Tudo gira em torno delas. Sabendo disso, vale explicar alguns dados interessantes sobre as Cataratas do Niágara, que são, senão a mais, uma das mais famosas do mundo.

Na verdade, as Cataratas do Niágara são o conjunto de 3 outras cataratas: Americana, Canadense e Véu de Noiva. As duas primeiras se chamam dessa forma pelos países as quais pertencem. Já a última se chama Véu de Noiva pela semelhança com o véu de uma noiva (quanta criatividade, hein!?!). Elas estão localizadas no Rio Niágara (faz sentido, não?!), entre os lagos Erie e Ontário.

Impressionante o volume d’água!!
Impressionante o volume d’água!!

A Catarata Canadense é a maior delas: tem 792 metros de largura e 52 metros de altura. Já a Americana e a Véu de Noiva têm juntas 323 metros de largura e 54 metros de altura. Estima-se que o volume de água é de mais de 2 milhões de litros por segundo. É água pra C@r@*#o!! Mas a quantidade vai depender da época do ano. Nos meses de junho, julho e agosto é quando você vai encontrar as Cataratas mais cheias e, com isso, mais imponência nas quedas. Já nos meses de inverno você verá bastante gelo e uma paisagem peculiar. Acredito que cada estação tenha seu encanto. O que não pode é deixar de ir!

Para admirar as fortes quedas d’água você não precisa pagar nada. Basta observar desde a calçada. Caso queira uma experiência mais impactante, há 2 tours que levam você até a beira das quedas. O Hornblower do lado canadense e o Maid of the Mist no lado americano. Queria muito embarcar em algum deles, mas quando fui não estavam operando (ainda estava fora de temporada!). O que acabei fazendo então foi o Journey Behind the Falls, que é um elevador de 45 metros que conduz você para um observatório bem próximo das quedas, passando, inclusive, por um túnel que corre por trás das águas. Recomendo!

Fora do local das quedas – mas infelizmente não tão fora assim – foi construída uma série de atrações megalômanas, hiper turísticas, que na minha opinião não combinam em nada com a beleza das Cataratas. Um verdadeiro circo americano. Caso sobre tempo e você queira conhecer, no local há famosas redes de fast food e diversos museus temáticos – Guiness World Museum, Believe it or not Museum, dentre outros.

O “circo armado”de Niagara Falls
O “circo armado”de Niagara Falls

Como já dito, as Cataratas do Niágara ficam na fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos. A cidade americana mais próxima é Buffalo e em apenas 1 hora de estrada você estará em Niagara Falls. A empresa Greyhound faz o trajeto por menos de US$5 dólares. Já do lado canadense a mais próxima é Toronto. São apenas 130 km que você pode fazer de carro, margeando o lago Ontário, de ônibus pelas empresas Greyhound ou Coach Canada, ou ainda de trem pela Via Rail. Eu preferi a última opção e gostei muito. Além da passagem barata ($20, em abril/2012), você vai curtindo as paisagens já que o ritmo do trem é mais tranquilo. Chegando na estação basta pegar um táxi ou um ônibus local (é super perto!) acabei indo de bus e o motorista avisou quando todos deveriam descer. Muito fácil e barato. Uma dica bem bacana é que há lockers na própria estação de trem, caso você queria deixar algo enquanto visita as Cataratas.

Lockers da estação de Trem – Suficiente p/ uma mochila cargueira.
Lockers da estação de Trem – Suficiente p/ uma mochila cargueira.

Muitos me perguntam se vale a pena dormir ao menos uma noite lá. Sinceramente não sei. Cheguei cedinho, conheci as quedas, fiz o tour, conheci o “circo” e segui caminho para Buffalo ao final da tarde. Fiquei satisfeito com meu tempo lá. Assim, acredito que uma trip de um dia seja suficiente para conhecer Niagara Falls.

Agora que você já tem todas as dicas das Cataratas, vou te contar algumas curiosidades sobre elas:

– Muito provável que você já tenha assistido ao desenho do Pica Pau em que ele faz diversas tentativas de descer as Cataratas do Niágara em um barril. Pois bem, saiba que até os dias de hoje 16 corajosos tentaram a façanha e 11 escaparam dela com vida. A primeira pessoa a se jogar foi o americano Sam Patch, em 1829 – que morreu pouco tempo depois, ao escorregar em uma casca de laranja, acredita?! – e a primeira a se jogar dentro de um barril foi a professora americana de 63 anos, Annie Edson Taylor, no ano de 1901. Annie terminou a aventura com um corte na cabeça e ficou conhecida como a Heroína das Cataratas do Niágara.

Épico!!!
Épico!!!

– As lindas quedas d’água serviram de cenário das gravações do filme Superman II, em 2006.

– Mesmo com o rigoroso inverno da região, apenas uma única vez as águas das Cataratas do Niágara ficaram totalmente congeladas e o seu fluxo foi interrompido. Isso aconteceu em 29 de março de 1848 e durou somente algumas horas.

– 20% da água doce do mundo está concentrada nos Grandes Lagos da região e grande parte dela passa pelas Cataratas do Niágara.

– Um dos vinhos brancos mais conhecidos no Brasil é feito com a uva Niágara, originária da região das Cataratas.

– A cada ano as Cataratas do Niágara perdem cerca de 30 centímetros de suas rochas devido ao processo de erosão. Acredita-se que em alguns séculos não haverá mais a Goat Island (aquela ilhazinha no meio das Cataratas) e as quedas serão uma coisa só.

Interessante, não?!

E você já esteve por lá? Conte a sua experiência aqui embaixo.

Rodrigo Siqueira

Rodrigo Siqueira

Gaúcho, advogado por formação, instrutor de mergulho e mochileiro por opção. Acredita no turismo simples, sem frescuras. Viaja não só para visitar lugares, mas também para conhecer diferentes culturas, interagir com o povo local e experienciar o novo. Não consegue mais não viajar. Sempre com um mapa à mão, pronto para escolher o próximo destino.
Rodrigo Siqueira

Related Posts