O melhor da comida de rua em Cartagena

Uma das melhores formas de imergir na cultura de um determinado local é por intermédio da sua gastronomia. Os alimentos dizem muito sobre o território, a população e seus costumes. Quando as iguarias são comercializadas nas ruas, pelo povo local para o povo local, mais genuína ainda se torna a experiência.

E já que o assunto é esse, aproveito para confessar uma coisa: não posso ver uma banquinha de rua que já vou correndo dar uma espiada para ver o que é. Geralmente provo de tudo que é vendido (e nunca morri por isso!!). Assim, quando vi que a agência juanballena.com tinha um tour específico de “Comidas de Rua” não deu outra: coloquei imediatamente na minha lista de coisas a fazer em Cartagena, Colômbia. Abaixo conto para vocês, queridos leitores, como foi esse saboroso passeio (literalmente!):

Finalzinho de tarde, pessoal saindo do trabalho, encontrei com a colombiana “da gema” Juliana Medina. Ela me guiaria por diversas banquinhas pelas próximas 2 horas. Assim saímos à caça da primeira gostosura. Não demorou muito para encontrarmos a “food bike” de um senhor que vendia um delicioso Peto quentinho. Peto é muito parecido com o nosso mingau, mas por lá é feito com um tipo de milho. Explicou a guia que o peto trazia boas recordações de sua infância, já que esperava o carrinho do peto passar todo final de tarde.

TravelerBR - Street Food -1
Peto, uma espécie de mingau feito com milho

A segunda banquinha foi de uma simpática senhora que vendia o Bocadillo (pronuncia-se bocadiio). Esse é fácil de explicar: é a famosa goiabada cascão! Quando comprado em supermercado ou em algumas lojas o doce vem enrolado em uma palha, que é tipo uma folha de bananeira. Nas ruas ele é aberto mesmo. Por lá o doce também cai muito bem com um queijo, o famoso Romeu e Julieta!

TravelerBR - Street Food -2
Bocadillo colombiano – nossa goiabada

Saindo de lá fomos a uma esquina com diversas “coctelerias y cevicherias”. Sério, eram muitas, uma ao lado da outra! Provamos então o legítimo ceviche colombiano, que diferentemente do mexicano ou peruano, vem com um molho de tomate misturado. Você tem a opção de escolher se quer só com camarão, só com peixe, só com caracol, ou os 3 misturados. Pedimos um misto. É gostoso, mas confesso que ainda prefiro sem esse molho de tomate. Engraçado é ver muita gente caminhando pelas ruas com seu copinho de ceviche na mão.

TravelerBR - Street Food -3
O legítimo ceviche colombiano: frutos do mar, cebola, vinagre e muito molho de tomate. Gostoso, mas ainda prefiro sem molho (chato hein!)

Bem mais gordinhos, fomos para a próxima banca. A bola da vez agora era o Bollo de Mazorca. Esse também não é difícil. É parecido com nossa pamonha. É uma massa feita de milho, acompanhada com queijo. Ela vem enrolada na palha da espiga do milho.

TravelerBR - Street Food -4
Pamonha, pamonha… opa, digo, Bollo de Mazorca

Indo para a próxima banca – uns 5 quilos mais gordinho – passamos por um carrinho de frutas. Então a guia Juliana falou que a Colômbia é o 5º produtor mundial de abacate, mas mesmo assim é preciso importar de outros países, pois a população adora um abacate e a produção nacional não dá conta. Nas frutas provamos também o Mamon – mas não é o nosso mamão, o qual é chamado de papaya. O mamon é uma frutinha um pouco gosmenta, ácida, mas doce, com uma semente bem grande no meio. Se rompe a casca na metade, se come a polpa, desprezando a semente. É bem gostosinha.

TravelerBR - Street Food -7
Abacates
TravelerBR - Street Food -6
Mamon
TravelerBR - Street Food -5
Carrinho de frutas nas ruas de Cartagena

Quase não aguentava mais, mas ainda tinha mais um round pela frente. Hora de degustar umas frituras! Então não pôde ficar de fora a Arepa con Huevo, a Carimañola e a Papa. A arepa é a comida mais famosa da Colômbia. Consiste em uma massa de milho, recheada com carne, queijo e ovo. Nas ruas você vai encontrar algumas que são só de queijo. A carimañola, por sua vez, é uma espécie de bolinho de aipim com queijo. Já a papa, é nada mais nada menos que um bolinho de batata recheado com carne.

TravelerBR - Street Food -8
Frituras!!

Fiquei sabendo nesse tour que em Cartagena acontece, anualmente, o Festival de Frito, um concurso para eleger a melhor arepa da cidade. Acontece sempre na semana santa. Legal, não?!

Provei uns sucos gostosos também: de lulo, de mora e de arroz (?!). Sim, suco de arroz. É tipo um arroz doce, só que líquido.

TravelerBR - Street Food -9
Sucos!!

E assim, bem satisfeitos, terminamos o tour de Comida de Rua. Muito bacana viver a cultura local, já que em todas as bancas eu fiquei de papo com as pessoas que ali estavam. Além disso, foi muito interessante saber das histórias e curiosidades por trás das iguarias.

Terminei o passeio bem gordinho, mas bem contente 😉

[tline]Informações que você precisa saber:

O Juan Ballena é uma agência online destinada a pessoas que desejam descobrir a maravilhosa cidade de Cartagena de uma forma mais genuína, mais autêntica. Para tanto, oferece um serviço personalizado, com um preço justo. Se o espanhol não é seu forte, sem problemas, pois o trato do site é feito no bom e velho português.

O Juan Ballena presta aos viajantes diversos tipos de tours, subdivididos em duas categorias: Mais autênticos – experiências diferenciadas, tais como visita ao mercado público local, degustação de café colombiano, etc – e Mais Populares – praias, city tours, etc –. Além disso, O Juan Ballena tem outros serviços úteis como transfers do/para o aeroporto e para outras cidades.

Reservas são necessárias e você pode fazer através do email info@juanballena.com, pelo telefone +57 311 703 2934 ou através do formulário de contato do site. Falando nisso, vale a pena dar uma olhada no site do Juan Ballena (tem muita coisa legal lá! Inclusive várias dicas de Cartagena), na Fanpage do Facebook e no Instagram.

O TravelerBR fez o Street Food Tour em parceria com o Juan Ballena Travel Experiencies.

Rodrigo Siqueira

Rodrigo Siqueira

Gaúcho, advogado por formação, instrutor de mergulho e mochileiro por opção. Acredita no turismo simples, sem frescuras. Viaja não só para visitar lugares, mas também para conhecer diferentes culturas, interagir com o povo local e experienciar o novo. Não consegue mais não viajar. Sempre com um mapa à mão, pronto para escolher o próximo destino.
Rodrigo Siqueira

Related Posts

  • Daniela Almeida

    ótimo post. Adirei as dicas. Iremos para lá em janeiro!!!!!

    • Muito obrigado, Daniela!! Vale a pena fazer esse tour! Está saindo do forno um post sobre coisas legais de fazer em Cartagena. Em breve ???

  • Luisa Galiza

    Amei esse post! Tem tudo a ver com o Leve na Viagem! Só não acredito que não fiz esse tour!

    • Olá Luisa!! Tem tudo a ver com o Leve na Viagem sim!
      Não fez o tour?! Mais um motivo para voltar a Cartagena!! 🙂
      Obrigado por acompanhar. Ótimas viagens, sempre!