O que te faz querer viajar?

Daqui exatamente 1 mês estarei embarcando em uma nova viagem, um verdadeiro desafio por países com culturas, línguas, escritas e costumes totalmente diferentes do Brasil. Serão 6, 7 meses por exóticas nações que se encontram do outro lado do mundo, sob o nosso ponto de vista.

Como sempre busco refletir nas minhas jornadas – não somente durante, mas principalmente antes e depois delas – comecei a me indagar sobre o que mais me empolga na nobre arte de viajar.

Pensei, em um primeiro momento, nas peculiaridades dos destinos – aquela praia caribenha de areia branca e mar azul turquesa; naquele histórico museu, recheado de peças raríssimas; naquelas lindas montanhas nevadas dignas de um cartão-postal; na estrutura imponente daquela ponte ou ainda na engenhosidade daquela torre… Mas não me convenci de que é somente isso que busco nas minhas viagens.

TravelerBR - 1
Será que são só lugares como esse que buscamos nas viagens?! – Peyto Lake, Rocky Mountains, Canadá

Passei então a ponderar a possibilidade de serem os bons restaurantes os responsáveis por alegrarem meus roteiros. É bem verdade que a gastronomia é um importante ponto nas minhas caminhadas pelo mundo, pois sempre busco experimentar o que os locais comem, frequentando lugares onde eles frequentam. Mas não posso dar todos os créditos a tal prática, ainda que deliciosa.

TravelerBR - 2
Vai uma iguaria típica aí?! Claro que sim! – Ceviche, Isla Mujeres, México

Cogitei também serem as festas, pois afinal, quem não curte uma balada animada, ainda mais quando se está viajando. No entanto, confesso que não sou o tipo de viajante que troca a noite pelo dia. Busco um certo equilíbrio, dando preferência por aproveitar o local onde estou durante o dia. Então esse tópico já perdeu a disputa.

TravelerBR - 3
Balada animada nas viagens… Não todas as noites, mas de vez em quando é bom

Compras?!… nem pensar. Não sou daqueles que viajam para fazer compras. Nada contra, só não é o meu perfil. Posso até fazer uma comprinha ou outra caso encontre uma daquelas ofertas simplesmente imperdíveis, mas não que saia procurando pechinchas para encher a mochila.

Após preciosos minutos refletindo sobre o tema, finalmente percebi que a resposta é bem mais simples do que eu pensava: conclui que o conjunto de tudo que acima expus, somado com as boas pessoas que cruzam o caminho, é o que faz toda a diferença nas minhas andanças. É ótimo quando se encontra pessoas legais durante uma viagem!

Quando você conhece alguém bacana, que tenha os mesmos objetivos, a mesma sintonia, sua viagem se torna muito melhor. Você se diverte, troca experiências, dicas de viagem, compartilha refeições, dá risadas, divide transporte, gastos, tem uma parceria para sair à noite etc… Poderia escrever um post inteirinho só sobre as vantagens de viajar com alguém legal (mas tem que ser uma pessoa legal hein!! Mala não vale!).

travelerbr-4a
Grandes amigos de viagem!! – Havana, Cuba

Grande parte dos meus amigos são pessoas as quais conheci em viagens; que cruzaram meu caminho em certo momento e até hoje se fazem presentes. E é tão legal reencontrar alguém que fez a diferença em alguma viagem, não?! Ou mesmo receber uma mensagem, um alô… Faz com que você retome aqueles bons momentos vivenciados em determinado lugar.

Sei que muitas vezes precisamos um momento só nosso. E isso é ótimo! Mas estar com pessoas agradáveis também tem seu valor. Assim, se eu posso deixar uma sugestão aqui é a seguinte: permita-se conhecer melhor outros viajantes, pois cada um traz na mochila da vida uma experiência única. Abra-se para novas amizades, novos pontos de vista. Aceite as diferenças, novos hábitos. Garanto que sua trip será muito melhor dessa forma, afinal, como já dizia Alexander Supertramp em Into the Wild, “a felicidade só é real quando compartilhada”.

Você concorda?!
E o que mais lhe motiva na arte de viajar?

Conta p/ nós aqui nos comentários.

Rodrigo Siqueira

Rodrigo Siqueira

Gaúcho, advogado por formação, instrutor de mergulho e mochileiro por opção. Acredita no turismo simples, sem frescuras. Viaja não só para visitar lugares, mas também para conhecer diferentes culturas, interagir com o povo local e experienciar o novo. Não consegue mais não viajar. Sempre com um mapa à mão, pronto para escolher o próximo destino.
Rodrigo Siqueira

Related Posts

  • Tais Bernabé

    Concordo com cada palavra. Quando mais vc viaja mais entende que precisa mt pouco (materialmente falando) pra viver e as experiencias vividas são o maior tesouro!
    Keep going!! ??
    Tais from @shareatripco

    • Oi Tais!! Fico muito contente que tenhas gostado!
      Realmente as experiências de viagem não tem preço!
      Muito obrigado por acompanhar o Blog e parabéns pelo teu!
      Tô sempre de olho no @shareatripco 😉
      Boas viagens, sempre!