Guia de Bonito/MS – o que fazer, como ir, passeios, hospedagem… Brasil / Mato Grosso do Sul

Sem qualquer intenção de fazer aqueles trocadilhos clichês, Bonito, no Mato Grosso do Sul, é realmente um destino que todo o viajante que busca contato direto com a natureza deve conhecer.

Estando relativamente perto da capital Campo Grande, Bonito é um dos destinos mais procurados do Brasil. E não é para menos, dado que as paisagens são realmente lindas. São rios, lagos, fauna e flora regional, cerrado etc.. Enfim, há muita natureza envolvida.

bonito-24
Uma das lindas paisagens que você encontrará em Bonito/MS

A estrutura do setor turístico impressiona. É tudo muito organizado e planejado. Os preços dos passeios são tabelados e as agências estão obrigadas a vendê-los assim – leia mais no tópico Agências de Turismo, logo abaixo. Por um lado isso pode parecer injusto, pois não há concorrência e, dessa forma, não há competitividade de preços. No entanto, as agências justificam que, na verdade, tal prática é favorável para o viajante, pois assim sendo não há diferença nos preços cobrados, independente de quão gringo você se pareça.

Além do mais, Bonito é um município bastante prazeroso e agradável. Com apenas 20 mil habitantes, preserva ainda o clima de interior, sendo super seguro e tranquilo. A economia gira basicamente em torno do turismo e o povo local faz questão de tratar os viajantes bem.

À parte dos excelentes passeios, os quais ostentam a posição de “cereja do bolo”, há também ótimas opções de hotelaria, restaurantes e comércio em geral.

Aproveitar Bonito não é difícil, embora um pouco custoso. Todavia, se você seguir as dicas que escrevi aqui, tenho certeza que vai conseguir otimizar sua experiência naquele paraíso natural.

bonito-2
Outra das lindas paisagens que irá ver em Bonito


COMO CHEGAR

Bonito fica a 262 km de Campo Grande, capital do Estado do Mato Grosso do Sul. Basicamente você tem 3 opções de transporte – Voar, alugar um carro ou ir de transfer.

• Voando – Para Campo Grande há voos diários de todas as partes do Brasil (inúmeros deles). No entanto, chegar voando diretamente a Bonito requer um pouco mais de planejamento, pois apenas 2 linhas aéreas operam o trecho, sendo elas a Azulvoos quartas e domingos – e Golapenas por fretamento. O preço das passagens para Bonito costumam ser bem mais caras do que para Campo Grande. Com essa diferença de valor, dependendo do número de pessoas, talvez valha a pena alugar um carro ou pegar um transfer.

• Alugando um carro – se você gosta de pegar a estrada (ou pelo menos não se importa), alugar um carro pode ser uma excelente opção, sendo, inclusive, a mais econômica (foi o que acabei fazendo). Com as inúmeras ofertas de aluguel de carro é bem provável que você consiga um preço bastante em conta. A estrada Campo Grande/Bonito é relativamente boa, de fácil percurso, tendo alguns radares na saída da capital. A paisagem é de cerrado e você terá grande chances de já encontrar alguns animais pelo caminho – vi alguns tucanos e uma águia. Você levará entre 3:30 a 4 horas para percorrer o trecho. A grande vantagem de alugar um carro, ainda, é que você fica com mais mobilidade em Bonito, não precisando, assim, contratar serviço de transporte para se deslocar até os passeios, tampouco pegar táxi para ir/voltar ao centrinho da cidade durante à noite. Se gostou da ideia, pode clicar no site da Rentcars, que é parceiro aqui do Blog, e fazer uma cotação. Fazendo seu aluguel por aqui você ajuda a manter o Blog e não paga nada a mais por isso.

• Transfer – Essa é uma boa opção para aqueles que não querem/podem/sabem dirigir. O transporte mais comum (e mais econômico) é feito em vans compartilhadas e custa em torno de R$ 200 por pessoa (ida e volta, Campo Grande/Bonito, valores de set/2016). Há também transportes privativos, com motoristas particulares, mas custa bem mais caro. Ambas opções podem ser contratadas nas agências de turismo de Bonito – vou falar mais delas daqui a pouquinho.

bonito-3
Considere alugar um carro – mobilidade, conforto e até mesmo economia


QUANDO IR

SEMPRE! Bonito é um destino que pode ser visitado o ano todo. Mas leve em consideração que o período das chuvas se dá nos meses mais quentes (de outubro/novembro à março/abril). Nesses meses não funciona o passeio à Lagoa Misteriosa, mas também é a melhor época para fazer avistamento de aves e as cachoeiras ficam com um maior volume de água (vou falar dos passeios mais adiante).

Entre os meses de junho e agosto é quando você terá menos chance de pegar chuva, o que é excelente para fazer as trilhas da região. No entanto, será mais frio e aquele tão sonhado banho de cachoeira pode ser beeem gelado – não pela temperatura da água, a qual não varia muito, mas pela temperatura fora dela.

Se você vai a Bonito para fazer as flutuações, fique tranquilo. Elas não fecham no período das chuvas, tampouco alteram a sua temperatura. Em contrapartida, a água pode ficar um pouco mais turva e não ter aquela visibilidade tão sonhada.

Uma outra dica que pode ser bastante útil é evitar ao máximo as datas festivas como ano novo, carnaval e feriados importantes, pois ouvi dos guias que tudo fica muito cheio e pode ser um transtorno para comer em restaurantes e até mesmo para conseguir disponibilidade nos hotéis e até mesmo aquela vaga no passeio, caso você não tenha reservado com antecedência.

Em resumo, vai depender do que você pretende em Bonito – calor, avistamento de aves, trilhas, etc. Eu fui em setembro e achei uma época excelente, pois peguei calor (não excessivo) e nenhuma gota de chuva.

bonito-4
Gostei de ter ido em setembro: calorzinho e nenhuma gota de chuva


AGÊNCIAS DE TURISMO

Basta escrever “agência de turismo em Bonito/MS” no Google e você terá dezenas de opções. Mas então, qual escolher?!

Em que pese Bonito ter essa grande quantidade de agências, todas vendem os passeios pelo mesmo preço. O motivo se dá em razão da organização do setor turístico da cidade – a qual já comentei lá no início do post. Por lá agências são obrigadas a usarem o sistema oficial de reservas, o qual é integrado e aparece as vagas disponíveis para a data e atividade escolhida. Independente da agência, você terá o mesmo guia e irá visitar o mesmo lugar.

Mas então, o que muda entre a agência A e B? A diferença será percebida na hora em que você contratar um serviço extra, como transporte, por exemplo. Aí sim você pode ter diferença no preço, no tipo e na qualidade – às vezes o transporte será feito em carro particular, às vezes em van, ônibus, e assim por diante.

Outro aspecto que interfere na escolha da agência é a transparência, atenção e agilidade na montagem do seu roteiro. Geralmente os atendentes sugerem uma programação personalizada de acordo com seu interesse, tempo e orçamento.

Eu utilizei diversas agências durante minha estada em Bonito, até mesmo para testar o serviço delas e contar para vocês como foi. Em 5 dias de passeios utilizei 4 agências diferentes (Águas de Bonito, H2O, Ygarapé e a da Eco Pousada Villa Verde). Gostei de todas e com nenhuma delas tive qualquer tipo de problema. Mas confesso que gostei muito da Águas de Bonito pela rapidez com que respondiam meus emails, pela transparência, honestidade nas sugestões dadas na escolha dos passeios e pela simpatia da equipe – destaque para o Josenildo! Muito atencioso e competente. Recomendo!


TRANSPORTE PARA OS PASSEIOS

Se você der uma olhada no Mapa Turístico de Bonito verá que a maioria das atracões ficam afastadas do centro. Assim, necessariamente precisará de algum tipo de transporte. Como comentei acima, o aluguel do carro, na minha opinião, é a opção com melhor custo benefício, caso você não esteja sozinho(a) – 2 pessoas já compensam o investimento. Caso não seja essa a melhor escolha para você, independente do motivo, a alternativa será contratar um transfer em alguma agência de turismo. Como também já citei aqui, o serviço de transporte poderá ser feito em carro particular ou em vans e ónibus compartilhados e o preço vai depender da sua escolha.

Confesso que, como acabei alugando o carro, não precisei contratar transporte nas agências, mas em todos os passeios encontrei viajantes que precisaram. Escutei que ao passo que você ganha com a comodidade de não precisar dirigir, por outro lado você perde em mobilidade – fica engessado nos horários do transporte -, autonomia – não é possível dar aquela parada para fotos no trajeto da atração, por exemplo -, também precisa acordar mais cedo – o bus e as vans compartilhadas passam cedinho no seu hotel/hostel/pousada.

Ah.. se você estiver sozinho no hostel, talvez valha a pena achar outros viajantes para dividir o aluguel do carro. Você economiza uma grana e ainda pode fazer boas amizades.


HOSPEDAGEM

Esse outro quesito que você encontrará diversas opções. É bem verdade que os preços das acomodações em Bonito costumam ser um pouco mais salgados em razão de ser um destino bastante turístico, mas nada que com uma boa pesquisa você não encontre uma opção que caiba no seu bolso.

As alternativas mais econômicas são os hosteis, em que você pode compartilhar o quarto com outros viajantes ou até mesmo ficar em uma habitação privada. Hosteis que vi por lá: Che Lagarto (logo na entrada da cidade. Um casal que conheci disse ser bem legal), e Papaya Hostel (fica próximo ao centro, melhor localizado, principalmente se você não estiver de carro).

O que mais tem em Bonito são pousadas. E, como não poderia ser diferente, de todos os preços. Eu fiquei na Eco Pousada Villa Verde e foi uma opção com ótimo custo benefício. São chalés independentes com ar condicionado, a estrutura conta com piscina, o café da manhã é bem caseiro e gostoso e a equipe é bem atenciosa. Fica a 3km do centro, então pode não ser uma boa opção se não estiver de carro. Gostei bastante de lá.

Tem algumas outras as quais não conheci mas ouvi falar bem: Pousada Muito Bonito, que tem uma ótima localização, na rua principal, no centro da cidade. Tem também a Pousada Canto do Bambu, que é tipo um hotel fazenda, mas com preços das pousadas da cidade. Fica a 27km de Bonito e pode ser uma ótima escolha se sua proposta for “desligar” da vida, ficando mais em contato com a natureza. Na próxima vez quero me hospedar lá.

Tem ainda umas mais imponentes, como o Hotel da Praça, que está justo em frente à praça principal da cidade. Com certeza o preço é superior também.

Clicando aqui você poderá ver todas as opções de hospedagem pelo Booking – que é parceiro aqui do Blog – e fazer uma cotação da que mais lhe agrada. Fazendo sua reserva por aqui você ajuda a manter o Blog e não paga nada a mais por isso.

bonito-7
Piscina da Eco Pousada Villa Verde


RESTAURANTES

Eu diria que a gastronomia está à altura dos passeios, em Bonito. E não é bondade minha não! Realmente os restaurantes me surpreenderam positivamente. Outra coisa que gostei foram os preços. Achei bastante justo em todos os restaurantes, até mesmo nos mais famosinhos, e a comida super bem servida, geralmente para 2 pessoas.

Abaixo vou listar alguns que experimentei e gostei bastante:

• Juanita Restaurante – Simplesmente imperdível! Serve o famoso Pacu na Brasa. Atendimento é de primeira, o lugar sensacional, todo bem decorado, ambiente agradável. Tem umas mesinhas na rua, perfeitas para as noites quentes de Bonito. A comida é sensacional! Apresentação impecável, super bem preparada, feita com amor mesmo! O Pacu na Brasa (sem espinhas) vai com alcaparras e acompanha batatas assadas, brócolis, arroz e um pirão espetacular. Além do peixe, o Juanita restaurante serve também o Jacaré na Pedra, o Costelão da Rubinéia assado no bafo, além de várias outras delícias. Tem também boas opções de cervejas artesanais. O Juanita Restaurante fica na Rua Nossa Senhora da Penha, nº 854, no centro de Bonito. Almoço das 11:30 às 14:30 e jantar das 18:30 às 22:30.

bonito-28
O delicioso Pacu na Brasa do Juanita Restaurante – É pecado ir a Bonito e não experimentar!

• Casa do João – É muito bonito, estabelecido em uma casa grande, com mesas e cadeiras feitas de troncos de árvores. Talvez seja o restaurante mais falado da cidade. Tem como “carro chefe” a Traíra sem Espinha. Acabei não experimentando o prato principal, provei o Pintado Uru-ku – pintado à milanesa, feito com urucum, molho vermelho e bastante queijo -, que estava bem gostoso. Fica na Rua Nelson Felício esquina 24 de Fevereiro (atrás do Banco do Brasil). Almoço à partir das 11 horas; Janta à partir das 18 horas.

• Tapera – Um restaurante bem bacana que fica na rua principal. As mesas do pátio ficam ao redor de uma grande árvore de manga. Lá provei a Tilápia na Telha, bem gostosa. O restaurante é simples e a sobremesa (bastante caseira, como doce de abóbora, rapadura etc) é cortesia.

• Toca do Peixe – Nesse restaurante, que fica na frente da praça principal, provei o Pirarucu com legumes. Uma delícia! Comida leve, sem muita gordura. O espaço é bem simples, mas a comida bem gostosa e muito bem servida. Atendimento familiar.

• Zapi Zen Pizzaria – Sem dúvida a melhor pizzaria da cidade! O lugar é todo charmosinho, super bem decorado, com velas na mesa, vasinhos com flores, música boa… perfeito para uma noite romântica. Com a proposta “Naturalmente Saudável”, você tem a opção de escolher a massa da pizza branca ou integral. As pizzas são todas artesanais, deliciosas e levam nome de lugares do mundo. Demais, não?! Além da pizzas, a Zapi Zen serve também wraps, bons sucos e cervejas artesanais. Sugestão: Pizza Macchu Picchu, Tibet e a doce, de Banana com Canela. O suco de goiaba com hortelã e gengibre é uma delícia também. A Pizzaria Zapi Zen fica na rua Filinto Muller, 573 e funciona de segunda a sábado, das 18 às 23:30 horas.

bonito-14
Tem cada pizza mais delícia na Zapi Zen…

• Pastel Bonito – Uma boa opção se você quer fazer somente um lanche, ao invés de ter uma janta propriamente dita. A Pastelaria Bonito fica na rua principal, ao lado do restaurante Tapera. Tem uma variedade bastante grande de pastéis, incluindo os típicos da região, como o de tilápia e o de carne de Jacaré. O lugar é bem agradável, principalmente se você sentar nas mesas da rua.

Depois dessa comilança toda, uma sobremesa cai bem, não!? Então você pode ir nesses lugares:

• Allegra – Uma sorveteria que serve deliciosos gellatos artesanais italianos, além de outras delícias como bolo de limão, waffles, petit gateau etc. Provei o sorvete de Churros! Delícia hein! A Allegra fica na rua principal, na frente da praça principal, logo ao lado do Casa do João Artesanatos.

• Jaracatiá Bombons Caseiros – Se você busca chocolate, bem como experimentar frutas típicas da região, esse é o lugar! A Dona Margarida é a responsável por todas essas delícias. Além da loja, que fica na Rua Felinto Muller, 669, você encontrará a super simpatática Dona Margarida vendendo seus bombons pelas ruas de Bonito, especialmente a noite. Minha sugestão é o o bombom de Jaracatiá, que é a polpa de uma árvore e tem gosto e textura de coco. Vale a experiência.


VIDA NOTURNA

A vida noturna de Bonito não é lá essas coisas, principalmente nos dias de semana. O motivo é bastante óbvio: a maioria dos passeios são cedinho da manhã e exige de você disposição (trilhas, cachoeiras, caminhadas, flutuações etc). De qualquer forma, no final de semana a cidade fica mais movimentada. Há algumas boas opções para se divertir. Se você gosta de uma cerveja artesanal, minha dica é ir ao Bonito Beer, que é única casa especializada da cidade. Logo ao lado está o La Bonita, um bar bem animado que toca música ao vivo nos finais de semana. O bar mais visitado e mais tradicional de Bonito é o Taboa Bar, que também conta com música ao vivo. No Taboa é imperdível provar a cachaça de produção própria, feita com mel, gengibre, canela e pó de guaraná.

bonito-21
Cerveja artesanal é na Bonito Beer!


ARTESANATO

Ao caminhar pela rua principal de Bonito é possível encontrar diversas lojas de artesanato, basicamente uma ao lado da outra. São centenas de lembrancinhas de onças, de aves, brincos, colares indígenas, esculturas em madeiras, cerâmica, dentre inúmeras outras peças. Na primeira loja você se surpreende; na segunda tem a impressão que viu aqueles objetos na loja anterior; já na terceira loja tem a certeza que os souvenires são exatamente os mesmos em todos os lugares. De qualquer forma, vale a pena dar uma circulada por elas, pois, dependendo do produto, o preço pode ser diferente. Em uma lojinha que fica ao lado da Bonitour agência de turismo, na rua principal, achei os produtos com uma qualidade melhor; peças melhores elaboradas. Gostei também dos souvenires vendidos na Fazenda do Rio da Prata e da Estância Mimosa.

bonito-8
Centrinho de Bonito e suas lojas de artesanato

Agora, se você quer realmente levar para casa um artigo de excelente qualidade, uma obra da arte, um objeto diferenciado, vale muito a pena conhecer o Empório Olinda. Se trata de uma imensa loja, cujas proprietárias fomentam a cultura da região através das obras de artistas locais, livros, quadros, móveis etc. Fica a uma quadra da praça principal e vale a pena dar uma conferida.


PASSEIOS

É muito provável que você queira ir a Bonito especialmente pelos incríveis passeios por lá disponíveis. São tantos, e tantos de excelente qualidade, que fica até difícil escolher qual/quais deixar de fora.

Os passeios em Bonito são basicamente divididos em categorias. São elas: Flutuações, Cachoeiras, Grutas, Balneários, Aventura, Mergulho, Observação de Animais e Atrativos Urbanos.

Se sua ideia é fazer simplesmente TODOS os passeios, separe pelo menos 1 mês (e leve bastante dinheiro!). Agora, se sua intenção é ter um gostinho de Bonito, minha dica é fazer um passeio de cada categoria e, se sobrar tempo, escolher aquele que tem mais a ver com seu perfil. Em 5 ou 6 dias é possível ter uma experiência completa no local.

Eu fiquei uma semana por lá e meu roteiro foi bem relaxado. Dei prioridade para fazer tudo com calma, inclusive separando um dia para ficar de bobeira pela piscina do hotel, coisa que geralmente não faço em viagens curtas. Passeios que fiz: Gruta Azul, Balneário Municipal, Boca da Onça Ecotour, Rio da Prata, Lagoa Misteriosa, Estância Mimosa e Balneário Ilha Bonita.

Você vai notar que coloquei os valores de cada atração, lembrando que são os preços aplicados em 2016. Leve em conta também: Alta temporada: 1º a 24/jan; 5 a 10/fev; 25 a 27/mar; 21 a 24/abr; 09 a 31/jul; 8 a 16/out; 12 a 15/nov e 17 a 31/dez). Baixa temporada: todas as demais. Datas para 2016.

Sem mais delongas, vamos aos passeios:

FLUTUAÇÕES – Sem dúvida os passeios mais procurados em Bonito. É um snorkeling feito nos rios da região, em que a correnteza conduzirá você por lugares simplesmente incríveis, cheios de vida.

• Rio da Prata – É feita uma trilha curta (certa de 2km) em meio à mata nativa, em que se pode observar animais silvestres e árvores centenárias, e logo após se chega na nascente Olho D’água, onde se começa a flutuação por aproximadamente 2km. A água é muito cristalina e nesse passeio se vê muitos peixes e muita vegetação. É a flutuação mais procurada de Bonito em razão da expressiva quantidade de vegetação e vida aquática. É a mais “radical” delas, pois há trechos com corredeiras e pedras. Eu gostei muito! Leve sua câmera subaquática. Caso não tenha, é possível alugar diretamente no receptivo do passeio ou mesmo em algumas agências de turismo. Idade Mínima: 08 anos. Preço: R$ 204 (baixa temporada) e R$ 240 (alta temporada). Esse preço inclui guia, seguro, máscara, snorkel, roupa e bota de neoprene. Distância: 51km de Bonito. Opcionais: Mergulho com cilindro R$ 240 (abaixo, na categoria Mergulho, está o descritivo dessa atividade), Cavalgada R$ 68, Observação de aves R$ 85, Almoço típico na fazenda R$ 48 (eu acho uma pena perder o almoço).

(esse passeio você pode combinar com o da Lagoa Misteriosa, já que ficam bem próximos um do outro)

bonito-23
Flutuação no Rio da Prata – Excelente visibilidade e muita vida

• Aquário Natural Baía Bonita – é a mais tranquila delas, sendo perfeita para crianças, iniciantes e para aqueles que querem se adaptar ao equipamento. Trilha curta de uns 700 metros e mais uns 800 metros de flutuação pela nascente do Rio Baía Bonita, onde se vê uma enorme quantidade de peixes e plantas subaquáticas. Um barco de apoio acompanha durante todo o percurso. É o passeio ideal para tirar fotos, pois há muita vida e quase nade de corrente. Idade Mínima: livre. Preço: Adulto R$ 170 (baixa temporada) e R$ 210 (alta temporada). Criança R$ 17 (baixa temporada) e R$ 21 (alta temporada). Esse preço inclui guia, seguro, máscara, snorkel, roupa de neoprene e calçado apropriado. Distância: 8 km de Bonito.

• Nascente do Rio Sucuri – é feita uma caminhada leve (500 metros) em meio à mata, onde se observa várias nascentes. Logo se inicia a flutuação, em que a correnteza não é tão forte quanto a do Rio da Prata. Aqui não é a quantidade de peixes que impressiona, mas sim a transparência da água. Idade Mínima: livre. Preço: R$ 156 (baixa temporada) e R$ 186 (alta temporada). Inclui guia, seguro, máscara, snorkel, roupa e bota de neoprene. Distância: 19 km de Bonito. Opcionais: Cavalgada ou Bike R$ 57, Trilha Nascente R$ 60, Almoço típico na fazenda R$ 38.

• Barra do Rio Sucuri – é o “primo pobre” da flutuação da Nascente do Rio Sucuri. É feito no mesmo trecho do rio, mas inicia em um ponto distinto, o qual você não terá acesso à nascente. Para iniciar a flutuação se vai em barco à remo, por aprox. 1.400 metros. Pode ser uma boa para você que quer economizar uma grana e mesmo assim conferir a transparência do Rio Sucuri. Idade Mínima: livre (mas indicado para crianças a partir de 6 anos). Preço: R$ 125 (baixa temporada) e R$ 145 (alta temporada). Inclui guia, seguro, máscara, snorkel e roupa de neoprene. Distância: 17 km de Bonito.

• Nascente Azul – a flutuação na nascente é bem pequena, tem apenas uns 200 metros. Tem uma correnteza muito suave, sendo perfeito para os iniciantes e para as crianças. A atração aqui é a cor da água, que inclina para o azul (daí o nome da nascente). A estrutura do parque é bem legal. Fica na frente do Lago da Capela e uma excelente opção pode ser passar o dia por lá, aproveitando a fazenda, tomando banho de rio, de cascata etc. Idade Mínima: 02 anos. Preço: Adulto R$ 136 (baixa temporada) e R$ 180 (alta temporada). Crianças 6 a 11 anos R$ 17 (baixa temporada) e R$ 164 (alta temporada). Esse preço inclui guia, máscara, snorkel, roupa de neoprene e calçado apropriado. Distância: 31 km de Bonito. Opcional: Almoço R$ 40.

• Parque Ecológico Rio Formoso – é também uma das flutuações mais econômicas. A trilha tem 1800 metros e há uma subida no Morro da Piúva, de onde se tem uma vista da Serra da Bodoquena. Idade Mínima: 07 anos. Preço: R$ 90 (alta e baixa temporada). Inclui guia, seguro, máscara, snorkel, roupa de neoprene e calçado apropriado. Distância: 7 km de Bonito.

• Lagoa Misteriosa – aqui a flutuação é diferente de todas as outas, pois é feita em uma cratera sobre dois abismos azuis. Sua profundidade ainda é desconhecida, pois o máximo explorado foi 220 metros e nem sinal do fundo. Para chegar na lagoa é necessário fazer uma leve trilha e descer 179 degraus, pois ela fica em uma cratera em meio à mata. Mas não se preocupe, a estrutura é super boa e segura. A água da Lagoa Misteriosa é muito cristalina e a visibilidade impressiona! Outro ponto positivo é a temperatura da água, que fica em torno de 24 graus (quase morninha). Uma dica: agende seu passeio próximo ao meio dia, pois a incidência de luz solar é maior e as cores da Lagoa Misteriosa ficam ainda mais lindas. A Lagoa Misteriosa fecha no verão (outubro a inicio de abril), uma vez que a água fica turva. Idade Mínima: 08 anos. Preço: R$ 140 (alta e baixa temporada). Esse preço inclui guia, seguro, máscara, snorkel, roupa de neoprene e colete salva-vidas. Distância: 55 km de Bonito.

(esse passeio você pode combinar com o do Rio da Prata, já que ficam bem próximos um do outro)

bonito-13
Lagoa Misteriosa

GRUTAS

As grutas de Bonito são um convite para a imersão na espeleologia. São passeios contemplativos, recheados de beleza e riqueza histórica. Bonito explora 3 grutas, cada uma com seu encanto.

• Gruta do Lago Azul – Posso afirmar que é um pecado ir a Bonito e não visitar a Gruta do Lago Azul. Embora não se possa se banhar naquela linda água azulzinha, o tour é bastante interessante. Há uma leve descida até o lago, em que o(a) guia vai explicando diversas curiosidades sobre a gruta, desde sua formação (espeleotemas), fauna, flora, turismo etc. Ela é uma das maiores cavidades inundadas do mundo e seu lago tem aproximadamente 90 metros de profundidade. Lá no fundo foram encontrados fósseis pré-históricos do tigre dentre de sabre e da preguiça gigante. É obrigatório o uso de tênis. Idade Mínima: 05 anos. Preço: R$ 50 (baixa temporada) e R$ 65 (alta temporada). Distância: 19 km de Bonito.

(esse passeio você pode combinar com o da Gruta de São Miguel, pois ficam bem próximos um do outro)

TravelerBR - 1
A emblemática Gruta do Lago Azul – um dos cartões postais de Bonito/MS

• Gruta de São Miguel – É uma das cavidades mais antigas do planeta. Para ter acesso as grutas você tem que caminhar em uma trilha suspensa de 180 metros. O passeio é diferente do da Gruta do Lago Azul, pois aqui você quase todo o trajeto é feito no interior da gruta. Idade Mínima: 05 anos. Preço: Adulto R$ 50 e Crianças de 05 a 11 anos R$ 40. Distância: 16 km de Bonito.

• Gruta de São Mateus – Além da visita na gruta, que tem diversas estalactites e estalagmites, há uma trilha de 1,3 km e um museu. É indispensável o use de tênis. Idade Mínima: 05 anos. Preço: Adulto R$ 50 e Crianças de 05 a 11 anos R$ 40. Distância: 5 km de Bonito.

CACHOEIRAS

Aqueles que são #cachoeiralovers estão feitos em Bonito!! Há 5 passeios excelentes com essa opção. A essência é praticamente a mesma em todas: trilhas e cachoeiras. Perfeito, não?!

• Boca da Onça Ecotour – A trilha é super bonita! No trajeto, que tem 4 km de extensão – incluindo 800 degraus – passa-se por pontos de contemplação e pontos de banho. O Buraco do Macaco é um desses pontos de banho e é um dos locais mais bonitos da fazenda. Outra atração é a Cachoeira Boca da Onça, que com 156 metros é a maior do Estado do Mato Grosso do Sul. Linda demais! Na fazenda, a qual você pode aproveitar suas piscinas, redes e quiosques para passar o dia depois da trilha, é servido um super almoço caseiro – já incluído no preço do ingresso. Preço: Adulto R$ 202 (baixa temporada) e R$ 232 (alta temporada). Criança R$ 160 (baixa temporada) e R$ 190 (alta temporada). Distância: 59 km de Bonito. Opcionais: Rapel da plataforma mais alta do Brasil R$ 430 (baixa temporada) e R$ 490 (alta temporada). Nesse valor já está incluída a trilha e o almoço. Caso você não queira fazer nem a trilha nem o rapel, há opção de ficar somente relaxando na fazenda – R$ 160 (baixa temporada) e R$ 190 (alta temporada), tanto para adultos quanto para crianças. Esse valor já contempla o almoço.

bonito-10
Cachoeira Boca da Onça – 156 metros, a maior do Estado do MS

• Rio do Peixe – Além dos banhos de cachoeira, na trilha do Rio do Peixe você pode encontrar com muitos animais da região – macacos, tucanos, arraras etc. A trilha tem quase 3 km de extensão e são ao todo 11 pontos de banho. Preço: Adulto R$ 211 (baixa temporada) e R$ 232 (alta temporada). Crianças de 6 a 12 anos R$ 172 (baixa temporada) e R$ 196 (alta temporada). Esses valores já incluem o almoço. Distância: 34 km de Bonito.

• Parque das Cachoeiras – é a que tem a trilha mais curtinha – 2,7 km. Utiliza o mesmo local da Estância Mimosa e tem 7 pontos de banho. Há uma tirolesa na qual você pode pular na água. É uma boa alternativa para um roteiro mais econômico. Preço: Adulto R$ 100 (baixa temporada) e R$ 120 (alta temporada). Criança R$ 80 (baixa temporada) e R$ 90 (alta temporada).   Distância: 17 km de Bonito. Opcional: Almoço – Adulto R$ 40, Criança R$ 35.

• Fazenda Ceita Corê – Nessa charmosa fazenda é possível curtir um dia inteirinho em um ambiente bastante rural, visitando nascentes de águas cristalinas, tomando banho em cachoeiras e, depois da trilha de 4 km, um super almoço típico. Preço: Adulto R$ 174 (baixa temporada) e R$ 198 (alta temporada). Criança R$ 100 (baixa temporada) e R$ 110 (alta temporada). Preços já com o almoço. Distância: 36 km de Bonito. Opcional: Cavalgada R$ 80 (baixa temporada) e R$ 90 (alta temporada).

• Estância Mimosa – A Estância Mimosa é demais!! Você faz uma trilha pela mata nativa, em que o guia vai explicando várias curiosidades sobre a fauna e flora da região. Vi diversos animais: tucanos, macacos, mutum, cotia… Ao todo são 7 cachoeiras que você pode se banhar. Uma das mais belas é a Cachoeira da Água Doce! Ficaria horas sendo massageado por aquelas águas! Há também uma plataforma na Cachoeira do Salto que é bem legal. São 6 metros de altura! Se anima!? De volta à fazenda, tem um almoço campeiro muito gostoso, além dos doces feitos na estância mesmo (o doce de leite é surreal!) Uma delícia 😋 Depois ainda você ainda pode aproveitar a fazenda, seja caminhando pelo lago – cheio de jacarés -, seja relaxando nas redes! Preço: Adulto R$ 92 (baixa temporada) e R$ 112 (alta temporada). Crianças de 6 a 12 anos R$ 72 (baixa temporada) e R$ 92 (alta temporada). Distância: 23 km de Bonito. Opcionais: Cavalgada R$ 68, Observação de Aves R$ 85, Almoço R$ 48 (vale a pena!!).

bonito-20
Tão bom quanto a trilha e as cachoeiras é o almoço na Estância Mimosa 

BALNEÁRIOS

Bonito conta com diversos balneários, que são verdadeiros clubes naturais. Em geral são todos parecidos e com a mesma proposta. Neles é possível descansar, ler um livro, andar na tirolesa, pegar um sol, nadar no rio ou simplesmente ficar de bobeira, relaxando sob a sombra de uma árvore

• Balneário Municipal – é o passeio mais econômico de Bonito. Como fica próximo da cidade, pode ser uma boa opção para “preencher” um turno em seu roteiro. O Rio Formoso corta o balneário, sendo possível nadar com peixes por lá. Não substitui nenhuma flutuação, mas pode ser um bom lugar para curtir a natureza. Tem também quadra de vôlei e futebol de areia, lanchonete e restaurante. Se você prefere menos movimento, evite os finais de semana. Preço: R$ 30 (baixa temporada) e R$ 36 (alta temporada). Crianças com até 6 anos não pagam. Distância: 6 km de Bonito – muita gente vai em bicicleta.

• Balneário do Sol – além do Rio Formoso, no Balneário do Sol é possível se banhar nas piscinas naturais. Tem trampolim e algumas cachoeiras. Há no local restaurante, quiosque para churrasco, redes, quadra de vôlei e futebol de areia. Preço: Adultos R$ 50 e Crianças entre 6 e 10 anos R$ 30. Distância: 11 km de Bonito.

• Balneário Ilha Bonita – Esse é o que tem mais natureza. Tem bastante área verde e uma trilha (calçada) em que você pode caminhar enquanto observa os macacos. Falando em macacos, cuidado ao deixar seus pertences, vi eles saquearem umas quantas mochilas. O Balneário é bem agradável e pode ser uma ótima opção para relaxar. Em uma parte do rio, próximo a uma ponte, uma sineta é tocada e os peixes se aproximam para receberem alimento. Bem legal para quem estiver com crianças. Preço: Adultos R$ 50 e Crianças entre 6 e 11 anos R$ 40. Distância: 08 km de Bonito.

bonito-25
A natureza do Balneário Ilha Bonita

• Praia da Figueira – é uma lagoa de 6 mil km2 em que se pode nadar e praticar diversas atividades como caiaque, tirolesa, pedalinho etc. Preço: Adultos R$ 50 e Crianças entre 6 e 11 anos R$ 35. Distância: 15 km de Bonito. Opcionais: Almoço Adulto R$ 40 e Criança R$ 30; Praia da Figueira + Flutuação Adulto R$ 89 e Criança R$ 79; Barco R$ 35; Caiaque (30 min) R$ 15; Pedalinho (30 min) R$ 30; Stand Up (30 min) R$ 30; Quadriciclo (15 min) R$ 40.

ATRATIVOS URBANOS

• Projeto Jiboia – Cansado de ver tantas aves, macacos, tamanduás e outros bichos típicos da região, vá para o Projeto Jiboia! Brincadeiras à parte, esse é um bom programa para ocupar uma de suas noites por Bonito. Lá o Henrique Naufal, criador do projeto, apresenta as serpentes não peçonhentas de uma forma divertida, revelando seus hábitos e comportamentos. No final do apresentação você pode inclusive tirar uma foto com a jiboia nos ombros. E aí, tem coragem!? Preço: Adultos e crianças R$ 40. Distância: No centro de Bonito. Horário: das 19 às 21 horas.

• Taboa Fábrica de Encantos – Se você gosta de uma boa cachaça, ou apenas é curioso o suficiente para querer entender o processo de fabricação da bebida, essa pode ser uma boa atividade. Na visita você é convidado a conhecer o alambique, a montagem das garrafas – as quais são revestidas com a fibra da palha taboa – e o açude com a plantação da taboa e ervas diversas, ingredientes da cachaça artesanal. No final da explicação há uma farta degustação das bebidas lá produzidas – a tradicional, que leva o nome Taboa, é sensacional, feita com mel, gengibre, canela e pó de guaraná. Esse é outro bom passeio para fazer em uma de suas noites em Bonito. Preço: R$ 40. Crianças até 12 anos não pagam, acompanhadas por um adulto. Distância: No centro de Bonito. Duração: 1 hora. Dica: se você quer somente experimentar a cachaça, sem fazer o tour na fábrica, pode ir até o Taboa Bar (esq. Rua Principal e 29 de maio), um animado bar dos mesmos proprietários (leia mais em Vida Noturna).

• Aquário de Bonito – Perfeito para as crianças! São 20 tanques de água doce com mais de 40 espécies de peixes da Serra da Bodoquena e do Pantanal. Preço: Adultos e crianças R$ 35. Distância: No centro de Bonito – Fica na Rua 24 de fevereiro, entre 15 de novembro e Nelson Felício dos Santos.

MERGULHOS

É claro que o Blog TravelerBR não ia deixar de escrever sobre as opções de mergulho em Bonito! Aliás, eles tem uns mergulhos bem bacanas e diferentes, todos em água doce.

• Mergulho no Rio Formoso – é um mergulho fácil, em um dos trechos mais bonitos do Rio Formoso. É bem verdade que a profundidade é pouca – no máximo 8 metros –, mas a quantidade de vida impressiona. Além dos peixes, é possível ver troncos caídos e formações calcárias. Preço: entre R$ 200 e 265 (esse sim tem diferença no preço, uma vez que são operadoras de mergulho distintas. No entanto, as agências de turismo irão informar qual operadora se trata – Cayman, Kelm, Ygarapé etc). Nesse valor está incluído todo o equipamento e roupa de neoprene. Idade Mínima: 10 anos. Distância: 7 km de Bonito. Certificação: nenhuma. Se você já possui, melhor. Se não, você fará um programa que se chama Discover Scuba Diving, que será sua primeira experiência no mergulho. Temperatura da água: média de 23 graus.

• Mergulho no Rio da Prata – é um mergulho super bonito, feito em uma parte mais profunda do Rio da Prata – digo, mais profunda que a flutuação. Nessa imersão se vai até no máximo 8 metros e você tem a chance de mergulhar com diversas espécies de peixes da região, tais como Piraputangas, Curimbas, Pacus e Dourados. Também é possível ver troncos caídos. Preço: R$ 240 – inclui todo o equipamento e roupa de neoprene. Idade Mínima: 10 anos. Distância: 51 km de Bonito. Certificação: nenhuma. Se você já possui, melhor. Se não, você fará um programa que se chama Discover Scuba Diving, que será sua primeira experiência no mergulho. Temperatura da água: 21 graus.

• Mergulho no Lagoa Misteriosa – simplesmente impressionante mergulhar em uma dolina, formação semelhante a de um buraco, com a profundidade ainda desconhecida. São 2 poços que se encontram a mais de 40 metros de profundidade. Como comentei na parte da flutuação, o máximo explorado na Lagoa Misteriosa foi 220 metros e nem sinal do fundo. Preço: R$ 332 – inclui todo o equipamento e roupa de neoprene. Idade Mínima: 10 anos. Distância: 51 km de Bonito. Certificação: aqui há 2 opções – Caso você possua certificação, a profundidade será determinada por ela (Open Water Scuba Diver – 18 metros; Advanced Open Water Diver – 30 metros). Se você não possui credencial de mergulho, você participará do programa Discover Scuba Diving (batismo), que será sua primeira experiência no mergulho. A profundidade então será no máximo de 8 metros. Temperatura da água: 23 graus.

• Mergulho no Abismo Anhumas – esse é o mais extremo dos mergulhos! Após um rapel de 72 metros, você estará nas águas cristalinas do Abismo Anhumas. A visibilidade é impressionante, podendo chegar até 60 metros. Nesse mergulho você passará pelos gigantescos cones calcários que, com 17 metros de altura, são um dos maiores do mundo. A profundidade desse mergulho será de 18 metros. No Abismo Anhumas não há o programa Discover Scuba Diving (batismo), sendo imprescindível alguma certificação de mergulho. Preço: R$ 1045 – inclui todo o equipamento e roupa de neoprene. O preço é salgado, mas a experiência é única. Idade Mínima: 12 anos. Distância: 23 km de Bonito. Certificação Mínima: Open Water. Temperatura da água: 18 graus.

AVENTURA

Nesse quesito você terá inúmeras opções para montar o seu roteiro.

• Ecopark Porto da Ilha – é uma espécie de centro de aventuras, com uma boa estrutura de lazer, que fica a 12 km de Bonito. Lá você pode fazer os seguintes passeios:

– Bote – aqui é feita um descida de 6 km pelo Rio Formoso. Vale a pena lembrar que não é rafting, pois há apenas 2 corredeiras no percurso. Em contrapartida, passa-se por 3 cachoeiras, há parada para banho e é possível avistar fauna e flora local. Depois do passeio você pode ficar relaxando na estrutura do parque. Preço: Adulto R$ 110 e Criança R$ 90. Idade Mínima: 05 anos.

– Duck – uma descida de aproximadamente 4 km pelo Rio Formoso, em um caiaque inflável para 2 pessoas, passando por 3 cachoeiras. O percurso é bem tranquilo e não precisa ter experiência em remo. Em alguns momentos há corredeiras, que dão um pouco mais de adrenalina ao tour. Tem também parada para banho. Depois do passeio você pode ficar relaxando na estrutura do parque. Preço: Adulto R$ 110 e Criança R$ 100. Idade Mínima: 05 anos.

– Stand Up – é feito em uma parte tranquila do parque. Preço: Adulto R$ 50 e Criança R$ 40. Idade Mínima: 05 anos.

– Boia Cross – descida de 300 metros passando por cachoeiras e corredeiras. Preço: Adulto R$ 50 e Criança R$ 40. Idade Mínima: 05 anos.

– Combo Bote ou Duck – se você quer passar o dia inteirinho fazendo as atividades do Ecopark Porto da Ilha, essa é a opcão de melhor custo benefício, pois inclui o Stand Up Paddle, a Boia Cross e mais uma das 2 atividades: Bote ou Duck. Preço: Adulto R$ 159 e Criança R$ 139. Idade Mínima: 05 anos.

Como Opcional no Ecopark Porto da Ilha tem o almoço, no valor de R$ 40.

• Quadriciclo no Rotta Zagaia – É um percurso de aproximadamente 3,5km pela propriedade do Zagaia Eco Resort Hotel. O passeio é bem leve e dura cerca de 50 minutos. É obrigatório o uso de calça e tênis. Preço: Cross 150cc – R$ 115 (de 10 a 15 anos). Four Tracks 420cc – R$ 140; Duplo R$ 190. Idade Mínima: para pilotagem, 16 anos. Garupa até 08 anos, grátis.

• Quadriciclo na Trilha Boiadeira – É também um percurso de quadriciclo, mas agora com um pouco mais de aventura, já que se passa por alguns obstáculos e, não raras vezes, se encontra boaiadas pelo caminho (daí o nome). Preço: Four Tracks 420cc – R$ 140; Duplo R$ 190. Idade Mínima: para pilotagem, 16 anos. Garupa até 08 anos, grátis.

• Lobo Guará Bike Adventure – se você curte pedalar em terrenos acidentados, esse é bom passeio. Tem um percurso de 17km com duas paradas para banho. Preço: Adulto e Criança R$ 98. Idade Mínima: 12 anos.

• Bike Tour Rio Sucuri – Essa pedalada é feita na Fazenda São Geraldo. Tem um tempo aproximado de 2 horas e no final parada para banho de cachoeira. Preço: Adulto e Criança R$ 57.

• Ybirá Pê Arvorismo – Aqui você caminha em pontes suspensas (de cordas) dispostas na copa das árvores. Dá para ver bastante da vida selvagem. Preço: Adulto e Criança R$ 95 (baixa temporada) e R$ 109 (alta temporada). Idade Mínima: 07 anos.

• Cabanas – É também um centro de esportes e lá você pode fazer basicamente 2 atividades, as quais são vendidas separadamente:

– ArvorismoDiurnoPreço: Adulto R$ 100 (baixa temporada) e R$ 118 (alta temporada). Criança R$ 85 (baixa temporada) e R$ 100 (alta temporada). Não tem idade mínima, mas a criança deve ter a altura mínima de 1,15 metros. NoturnoPreço: Adulto e Criança R$ 120. Não tem idade mínima, mas a criança deve ter a altura mínima de 1,15 metros.

– Boia Cross – Descida de 1200 metros, em boias individuais, em que se passa por 3 cachoeiras 3 corredeiras. Dura aproximadamente 40 minutos. Preço: Adulto e Criança R$ 85. Não tem idade mínima, mas a criança deve ter a altura mínima de 1,15 metros.


Ufa… é passeio que não acaba mais, né?!

Abaixo tem um vídeo bem bacana da minha semana por lá! Confere aí! Vale a pena colocar em HD – aproveita e já se inscreve no Canal do YouTube:

Como falei no início do post, com todas essas informações tenho certeza que sua viagem a Bonito será excelente!

Ficou com alguma dúvida?! Escreva aqui nos comentários.

E você que já foi a Bonito… esqueci de alguma dica?

Rodrigo Siqueira

Rodrigo Siqueira

Gaúcho, advogado por formação, instrutor de mergulho e mochileiro por opção. Acredita no turismo simples, sem frescuras. Viaja não só para visitar lugares, mas também para conhecer diferentes culturas, interagir com o povo local e experienciar o novo. Não consegue mais não viajar. Sempre com um mapa à mão, pronto para escolher o próximo destino.
Rodrigo Siqueira

  • Em Cantos Fotográficos

    Uau!
    Que post é esse?!?!?!

    Rodrigo, parabéns! Excelente artigo sobre a região e possivelmente o mais completo do momento. É pra salvar a página no Favoritos e as fotos no Pinterest.

    Adorei as dicas, TODAS! Sua escrita é envolvente e me fez querer estar fora do período das chuvas só para procurar umas passagens e poder ir também.

    Adorei e serei obrigada a compartilhar 😉
    Beijo

    • Muito obrigado pelos elogios, Zê!
      Fico contente que tenha gostado. Realmente Bonito é um destino sensacional para aqueles que gostam de ecoturismo. Vale a pena ir 😉
      Deixa ele aí salvo nos favoritos e qualquer dúvida já sabe: é só perguntar 😉
      Um beijo!

  • Vanessa Campos

    Adorei suas dicas, A cidade de Bonito é conhecida por proporcionar diferentes emoções e sensações. Estes sentimentos fazem com que a viagem para Bonito seja inesquecível. Sempre encontro os melhores pacotes para Bonito em https://www.agenciasucuri.com.br/

  • July Demezio

    Adorei o seu post, muito boas as suas dicas. Me tira uma dúvida na lagoa misteriosa tem equipe que filma/tira fotos suas pra depois vender? Ou todas todas as as fotos e filmagens foram feitas por vc mesmo? Agradeço

    • Olá July!
      Muito obrigado! Fico contente que tenha gostado das dicas.
      Todas as filmagens foram feitas por mim. Mas não custa nada enviar um email p/ o site da Lagoa Misteriosa e perguntar. Talvez eles tenham. O site é esse: http://lagoamisteriosa.com.br

TravelerBR